TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

O QUE SÃO OS PRODUTOS PERIGOSOS E COMO SÃO TRANSPORTADOS?

 

Acompanhe este post até o final e saiba como é feita a classificação do transporte de produtos perigosos  e quais os cuidados devem ser tomados em caso de acidente.

 

Você sabe como funciona o transporte de cargas perigosas? A atividade de transporte rodoviário, os famosos fretes, cresceram 62% no ano passado em comparação com 2019. Devido a esse crescimento, os cuidados com o transporte de mercadorias consideradas perigosas requerem uma atenção maior.

O transporte com cargas perigosas são “quaisquer cargas que, por serem explosivas, como os gases comprimidos ou liquefeitos, inflamáveis, oxidantes, venenosas, infecciosas, radioativas, corrosivas ou poluentes, possam representar riscos aos trabalhadores, as instalações físicas e ao meio ambiente em geral” como categoriza a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) regulariza o transporte desde tipo de mercadoria de acordo com a lei nº 10.233/2001. A mesma atividade é classificada na Resolução da ANTT nº 5.232/2016, onde é detalhado como este tipo de carga deve ser identificado, embalada, bem como quais são as documentações necessárias e como os veículos devem ser sinalizados.

 

Como são classificados os Produtos Perigosos?

 

A classificação dos produtos perigosos foi feita com base no risco que as mesmas podem causar tanto para as vias nacionais, bem como para as pessoas próximas e o meio ambiente nos quais as mesmas estão circulando.

As classes variam de 1 a 9 sendo elas:

  • Produtos Explosivos.
  • Gases inflamáveis; não inflamáveis; tóxicos; não tóxicos.
  • Líquidos Inflamáveis.
  • Sólidos Inflamáveis; Produtos que podem sofrer uma combustão espontânea; Produtos que em contato com água emitem gases inflamáveis.
  • Substâncias oxidantes; Peróxidos orgânicos.
  • Substâncias tóxicas; Substâncias infectantes.
  • Materiais radioativos.
  • Materiais Corrosivos.
  • Substâncias perigosas diversas.

 

Quais os riscos de se transportar produtos perigosos?

 

Para transportar os tipos de produtos citados acima, é necessário um cuidado maior durante as revisões do veículo. Uma vez que ocorra algum acidente, os danos poderão ser irreversíveis para o ambiente no qual a carga foi despejada indevidamente.

Para cada um destes produtos são necessárias embalagens específicas. Combustíveis por exemplo, devem ser levados em recipientes que a temperatura não altere, já que o mesmo pode ser levado a uma combustão em caso de elevação da temperatura interna.

Os gases devem ser levados em locais que mantenham a compressão interna durante todo o trajeto para evitar vazamentos. Já em casos de produtos radioativos, os mesmos devem ser blindados, para que não entrem em contato com qualquer tipo de ambiente.

 

Tome cuidado diante de um acidente com produtos perigosos!

 

Para evitar que alguma tragédia aconteça, os veículos também seguem sinalizações específicas para cada tipo de material transportado, além da documentação regularizada que mostre que tanto o condutor quanto a carroceria estão aptos para transportar o material presente.

Caso algum dia você condutor presencie um acidente onde um dos envolvidos for um veículo transportando uma das cargas acima, tome muito cuidado e evite passar pelo produto derramado na pista. A atenção nesses casos deve ser redobrada já que o conteúdo vazado poderá causar uma implosão ou até mesmo a contaminação das pessoas que estão perto do local.

 

Não concorda com a multa e quer recorrer? Preencha o formulário abaixo e fale com um de nossos especialistas.

 

SÓ Multas, a sua ajuda especializada!

 

 

Texto escrito pelo Jornalista Renato Rinco.

No Comments

Post A Comment

Caso esteja interessado ou queira tirar suas dúvidas, entre em contato com os nossos diretores pelo telefone (31) 3271 7657 ou pelo e-mail [email protected].